Tags

, ,

Conheça os serviços e redes sociais na internet criados para um público seleto e exclusivo

Nos primórdios da internet havia o senso comum de que luxo e mundo virtual não combinavam. Hoje, essa premissa caiu por terra. A internet está cada vez mais abrigando endereços criados para reunir pessoas em busca de informações, serviços e conteúdos personalizados e dirigidos. São “clubinhos” virtuais para usuários com os mesmos gostos e poder aquisitivo.

“Por trás dessa iniciativa está uma forte tendência de segmentação da internet por gênero, interesse ou classe social”, afirma o empresário André Skaf. Ele mesmo seguiu o caminho e está lançando o UeedO, rede social com foco em networking, estilo de vida e negócios, exclusiva para convidados.

Dentro do site, o grupinho troca informações sobre viagens, pode postar textos no fórum, ter acesso a um blog sobre estilo de vida e artigos de especialistas ou fazer contatos de negócios. “Nosso tempo está cada vez mais curto. O UeedO possibilita acessar várias informações em um mesmo local”, completa André. No futuro, a intenção é ter um site de e.commerce e criar aplicativos de entretenimento. Até o final de 2012 a previsão é conquistar 25 mil usuários conectados no site.

Outro endereço virtual segmentado atrai o turista mais sofisticado. O Zarpo, lançado em maio desse ano, é criação de sócios franceses que se estabeleceram no Brasil para dar início ao negócio. Trata-se de uma agência de turismo virtual com promoções relâmpago que podem ser aproveitadas apenas por aqueles que foram convidados para entrar no site. A adesão é gratuita, mas o internauta tem de ser convidado por outro associado ou pedir sua inclusão no site.

No rol de serviço estão apenas hotéis de luxo, com tarifas valendo de 20% a 50% menos. “Conseguimos preços interessantes porque somos um site fechado, privativo, não concorremos com tarifas praticadas em outros sites ou agências físicas”, explica Alexis Manach, um dos criadores do projeto.

Outro diferencial, segundo ele, é que o serviço não comercializa cupons para serem utilizados ao longo de um período, mas hospedagem com datas e quartos pré-determinados. “Isso dá mais segurança ao turista.” O Zarpo já conta com 150 hotéis, entre eles Insólito, em Búzios; Ronco do Bugio, no interior de São Paulo; La Maison, no Rio de Janeiro; Kiaroa, na Bahia, além de bandeiras da Argentina, Grécia e Panamá.

A ideia de criar clubinhos vips na internet já está mais disseminada no exterior. Um dos pioneiros foi o site Small World, lançado em 2004, um “local” onde só se entra com convite e depois de passar por um rigoroso questionário sobre posição social, escolaridade, interesses, profissão. Há roteiros de viagem, relação de eventos internacionais, fóruns de discussão e até classificados.

Nos mesmos moldes estão o Quintessentially e o Diamond Lounge, endereços virtuais onde pessoas se conectam para compartilhar o último resort frequentado ou informações sobre o mais novo modelo de iate.

 


Anúncios